Quando devo investir em marketing?

Henry Ford – Wikipédia, a enciclopédia livre

Vou começar esse post com uma frase marcante de um dos maiores empreendedores do século ― “Se eu tivesse um único dólar, investiria em propaganda.” ― Henry Ford

Ela por si só, ja seria o bastante, mas infelizmente a nossa cultura latina é muito diferente da Norte americana. A frase que mais ouço entre os pequenos e micro empresários ― Se sobrar dinheiro, invisto em marketing ou publicidade. ― e o inverso é proporcionalmente igual, ao primeiro temor de faturamento, o marketing é cortado como uma unha que pode ser aparada, não importa o seu tamanho, pois sempre pensamos, “não preciso de marketing, o que funciona é o boca-a-boca.” Exatamente! Esse é o “oconcur” desejado no marketing, quando o seu produto ou serviço fica “na boca do povo”, ao ponto da marca ser mais lembrado que o produto, como:

  • Cotonete (Hastes flexíveis com algodão para limpeza de ouvido)
  • Bombril (lã de aço)
  • Maizena (amido de milho)
  • Danone (iorgute a base de leite
  • Gilette (lâmina de barbear)

Entre outros, mas não se engane, o valor investido em Branding (construção e consolidação de uma marca) dessas empresas é bilionário, além de ficarem por um longo tempo no mercado sem concorrência, praticamente impossível nos dias atuais com a internet, ou seja, sua empresa precisa de marketing, nem que seja marketing de relacionamento.

Não vou entrar na questão da diferença de design, publicidade e marketing, pois é assunto para outro post, mas voltando a nossa moeda, fica um ditado entre o gasto x investimento:

R$ 10,00 gastos é CARO.
R$ 1.000,00 investidos em marketing e publicidade é BARATO.

A grande diferença é o retorno que cada um esta dando, nem quer for mínimo, o investimento tem que ter retorno superior ao investido, direto ou indiretamente.s

Mas ai vem a grande bagunça no empresariado brasileiro, como saber o que realmente está funcionando e não ficar somente na percepção ou “achômetro”.

Mais uma vez, não existe manual ou fórmula mágica, existe MATEMÁTICA. Simples não? Pra ser mais exato, estatística. Como?

Muitos vão responder: Tráfego X Conversão, mesmo sem saber a fundo, mas ouvem muito esses termos. Eu acrescento um pouco mais de tempero nessa equação.

Tráfego x Engajamento x Conversão

O engajamento é o grande fator do seu avatar (público desejado) querer comprar, pois se encantou com o produto/serviço, pois algum desses gatilhos foi acionado:

  • Desejo
  • Resposta a dor
  • Resposta ao medo
  • Solução de algum problema

Se você é varejista, esta controlando o impacto em novas vendas e recorrência (manutenção) desse cliente?

Se é serviço, esta controlando seu funil de vendas, para saber onde esta convertendo mais ou menos?

As campanhas sempre precisam ser ajustadas e medidas, mas para isso precisa do outro lado do trabalho, principalmente campanhas digitais, como falado, não existem mágica, existe ação > análise > resultado e volta a ação, ajustando o que for necessário.

Não se engane. A venda está ligada totalmente ao marketing e publicidade.

E quem não quer vender mais, não é mesmo?

Claro que existe uma diferença entre vender mais e faturar mais (como falo em outro post – link) , respondendo a pergunta do título, se você abre mão de investir em marketing e publicidade, não só abre mão de vender mais, mas até de manter suas vendas a médio prazo.

Você pode estar pensando, “Pra mim isso não funciona!”

Tenho uma notícia pra você, existem várias maneiras trabalhar o marketing.

O segredo em ter resultados satisfatórios é saber qual é o correto para o seu tipo de negócio.

Deixe um Comentário

×